Lovesong

Letra escrita por Tony Dornbusch para um projecto de spoken word chamado Trebuchet, o qual nunca veria a luz do dia, e que o juntaria a Anthony Willow, guitarrista dos Cosmopolitan Swing Bastards, e à poetisa Patricia Balthasar.


O homem sai de casa de pistola em punho
Gritando o nome da mulher que ama, encosta a arma à cabeça e dispara
E ninguém se lembra
Ninguém se lembra de limpar o sangue
Que cobre a calçada, juntamente com a escuridão da noite, insubmissa
O céu coroado com uma Lua pálida, testemunha silenciosa

As prostitutas que rondavam o bairro dos operários começaram a fugir assim que ouviram as sirenes
A lei é bastante mais assustadora do que a morte
Na calçada, o sangue e os miolos misturavam-se com o pó e o lixo
E o amor
O amor continuava à solta...

Sem comentários:

Enviar um comentário