Tony Dornbusch - 'Novos Fragmentos' (Edições Redshift)

Disponível para download gratuito:

https://drive.google.com/file/d/0BwLi3wm4X6oMSGJpZW93WHhLU3M/view?usp=sharing



























INTRODUÇÃO

"Os Novos Fragmentos que agora se reúnem neste sétimo volume da colecção Biblioteca de Saint Paul foram encontrados por Chloe Muller, a mulher que partilhou a vida com Tony Dornbusch quando este estava a dar os seus primeiros passos na escrita, numa caixa arrumada no canto de um sótão juntamente com alguns dos seus pertences. Uma vez mais, aqui se condensam os temas e as ideias dornbuschianas que, mais tarde, o autor desenvolveria em muitas das suas obras, como, por exemplo, no livro Ruínas Futuras, nomeadamente, a obsessão romântica, a anti-religiosidade, a auto-depreciação megalómana, a profecia apocalíptica e um gosto atávico pelo aforismo de que já tínhamos dado conta no terceiro volume desta colecção, Fragmentos. Agora como então, não houve uma preocupação cronológica ou temática na selecção, no sentido em que se pretende que, tanto admiradores acérrimos como leitores iniciantes da obra de Dornbusch, façam uma digressão pelo seu universo rica em desvios e sobressaltos, ao invés de uma incursão espartilhada pelo academismo puro. Na primeira parte, (Novos Fragmentos), encontramos textos curtos, frases e aforismos provenientes de blocos de notas e folhas avulsas, enquanto na segunda parte, (Conto), é trazida à luz do dia, pela primeira vez, uma história que Dornbusch preferiu não dar à estampa, decerto dactilografada na sua velha máquina de escrever Hermes Baby: O Intruso, uma história que deve, é certo, muito a Chuck Palahniuk e ao seu Fight Club, mas onde se vislumbra já o estilo que Dornbusch refinaria em livros como Viagem Sentimental ao Sol e Psicotrópico de Câncer."    


Clarice MacLaren



© E d i ç õ e s + R e d s h i f t
Avenida Dr. August MacLaren, 372
2690-1137 Saint Paul

www.edicoesredshift.com

Sem comentários:

Enviar um comentário