Work in progress VII

          "(...) Desejei como nunca tinha desejado nada não ser obrigado a suportar para sempre e de uma forma exacerbada aquele cheiro horrível, o cheiro de um mundo imundo onde os dendrólatras eram tidos como loucos e os loucos que censuravam o ar que respirava recebiam loas." 

*
          "(...) I wished as I had never wished anything before not to be forced to endure forever and in an exaggerated way that horrible stench, the stench of a filfthy world where tree worshipers where perceived as insane and the insane ones that censured the air I breathe where given kudos." 

Sem comentários:

Publicar um comentário